PROGRAMAÇÃO_Setembro

MÚSICA

MARCELO VIG

Marcelo Vig

Foto ANA MIGLIARI

01 de Setembro
Quinta-feira
Horário: 21:00h
Valor: R$ 30,00 inteira R$ 15,00 meia R$ 40,00 lista amiga (ganha CD)
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Marcelo Vig faz um som que é uma mescla de DNAs entre a música brasileira e a
música eletrônica, com forte influência dos baixos do Dub. O tambor de pele e o tambor digital, a voz humana e as vozes digitais, pra ouvir pra dançar, pra curtir. A vibração da música eletrônica com a força do tambor.
Bateria eletrônica, percussão, eletrônicos: Marcelo Vig

MARCELLO MAGDALENO

Marcelo Magdalleno

Foto M. FERNANDES

Lançamento do disco “Astronáutico”

02 de Setembro
Sexta-feira
Horário: 21:00h
Valor: R$ 40 Inteira, R$ 20 Meia e Lista Amiga
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

A sonoridade deste trabalho passeia por Brasil, Angola e Portugal. Acompanhado pelo trio formado por Rodrigo Serra no vibrafone e percussão, André Bethlem “Dex” no baixo e Luis Audi na viola, mostra as músicas do disco que ainda misturamsynths e sons eletrônicos. Compositor de várias trilhas sonoras para a produtora Cavídeo. É também integrante do projeto “Sobre o Mar” com o escritor angolano Ondjaki e o artista português António Jorge Gonçalves.

IAN RAMIL

Ian Ramil

Foto RODRIGO MARRONI

07 de Setembro
Quarta-feira
Horário: 21:00h
Valor: R$ 20,00 inteira R$ 10,00 meia e lista amiga
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Com instrumental cru, pulsante e de muita sofisticação, o CD vem como impactante registro na nova canção brasileira. “Punk-progressivo”, como classificou Chico César em première, é fruto de um mergulho artístico destemido, que propõe reflexão sobre arealidade esfacelada da nossa civilização à deriva; um disco exuberante e, ao mesmo tempo, sem maquiagem, sem ilusões, sem novela.

Ian Ramil – Voz e Violão, Guilherme Ceron – Baixo, Lorenzo Flach – Guitarra, Pedro Dom – Teclado, clarinete e voz , Pedro Petracco – Bateria e voz

JULIANA PERDIGÃO

Juliana Perdigão_Mauro Restiffe1 (1)

Foto MAURO RESTIFFE

 

08 de Setembro
Quinta-feira
Horário: 21:00h
Valor: R$ 20,00 inteira R$ 10,00 meia e lista amiga
Classificação: Livre

Em seu segundo disco e mais recente trabalho, Ó, Juliana Perdigão segue na pesquisa em meio a produção da canção atual brasileira. No repertório ela apresenta também, músicas de colegas de geração com os quais já trabalhou e tem afinidade pessoal e estética, é o caso de: Kiko Dinucci, Kristoff Silva, Makely Ka, Ava Rocha, Guilherme Held, Negro Leo, Luiz Gabriel Lopes, Clima, Ná Ozzetti e Nuno Ramos. Para além de sua natural verve de intérprete, Juliana tem se enveredado recentemente pelos caminhos da composição e registrou parcerias com Gustavo Ruiz, Romulo Fróes e Maurcio Tagliari.

Voz e clarinete: Juliana Perdigão, Piano: Chicão, Guitarra: Moita, Bateria: Pedro Gongom, Baixo: João Antunes

PAULINHO THOMAZ

Paulinho Thomaz foto Alice Venturi (2)

Foto ALICE VENTURI

Lançamento do disco “Em Pedaços”

09 de Setembro
Horário: 21:00h
Valor: R$ 30 Inteira, R$ 15 Meia e Lista Amiga
Classificação: Livre

Aos pedaços. Assim foi gravado o novo álbum de Paulinho Thomaz. Por si só o processo de criação já seria suficiente para batizar o novo trabalho, mas “Em Pedaços” também é título de uma das músicas do disco, que ganhou clipe exibido em diversos canais de TV. Paulinho, que faz parte do Nós de Cabrália, recebe como convidados os colegas de grupo, especialmente Elisa Fernandes e Tuca Oliveira.

Paulinho Thomaz – Voz, Diego Mafra – Bateria, Tudinho do Roque – Guitarra e Violão, André Mafra – baixo, Felipe Coimbra – Guitarra

BILHÃO

Bilhão leve.jpg

Foto MARIANA BAGNO

14 de Setembro
Quarta-feira
21:00h
Valor: R$ 40,00 inteira R$ 20,00 meia e lista amiga
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

As canções, que foram todas feitas e gravadas ao longo de 2015, querem dizer sobre o transito das vontades entre terra e lua, projeções da ciência ou do amor. Os arranjos são costurados com guitarras, synths e letras oníricas, baterias e baixos sólidos; um paradoxo entre a presença/ausência de gravidade. O disco todo trata de forma delicada as referências do dream pop tangenciando a fase atual da canção brasileira.

Guitarra e vocal: Gabriel Luz, Guitarra e vocal : Felipe Vellozo, Synths: Lux Ferreira, Baixo: Leandro Bronze, Bateria: Victor Abdelnur

LICA

Lica Tito

Foto Divulgação

15 de Setembro
Quinta-feira
21:00h
Valor: R$ 30,00 inteira R$ 15,00 meia e lista amiga
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Inicialmente do Rap e Hip Hop, Lica canta há quase 20 anos e atualmente desenvolve seu trabalho autoral, com estilo bem pop, feminino, o que bem pode defini-la como uma Street Diva. Em outubro lança seu primeiro CD, “The best of até agora”. Já se apresentou na sede da ONU, em Nova Iorque, em Cuba, no Rotilla Festival, no Fifa Fun Fest, na Copa do Mundo da Alemanha, dentre muitos outros palcos.

Voz: Lica Tito, Teclado: Lucas Nunes, Bateria: Raphael Cardoso, Baixo: Matheus Alcântara, Guitarra: Juliano Moreira, Técnico de som: Rafael Duarte, Roadie: Kodé Kerr, Produtora: Sissi Abreu

GUSTAVO BENJÃO + MARCELO CALLADO

Marcelo Callado.jpg

Foto NELSON MONTEIRO

16 de Setembro
sexta-feira
20:00h
Valor: R$30 Inteira, R$15 Meia e Lista Amiga
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Marcelo Callado e Gustavo Benjão são amigos de longa data, lançaram seus discos solo recentemente após bem sucedidas campanhas na plataforma de financiamento coletivo Embolacha. No show Callado apresenta o Meu Projeto Han-Solo vol.2 e Benjão o seu Hard Core Nêgo, discos que trazem em suas imagens de capa a marca dessa amizade. No palco além do repertório dos respectivos discos, os músicos prometem surpresas, encontros e desencontros pra ninguém botar defeito,… Venham todos, chega geral e Embolacha neles!!!

LUCIO KROPF + CRIS CROCHEMORE E OS BLUE GROOVERS

Lucio Kropf.png

Foto divulgação

21 de Setembro
quarta-feira
20:00h
Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia e lista amiga)
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Guitarrista e compositor carioca, Lucio Kropf gravou seu primeiro disco em 2014 “O Baú Musical de Lucio Kropf e os Agregados do Rock and Roll”. Em 2015 gravou seu segundo disco “Pela Rua”, que contou com participação de Eumir Deodato, Larry Nachsin, Walter Villaça, Sérgio Serra, dentre outros. Nos anos 90 foi guitarrista da banda “A Bruxa!” e teve uma música gravada por Cássia Eller no disco “Veneno Vivo”.

Cris Crochemore é um guitarrista de Blues que tem como arma secreta uma voz bastante suave e expressiva. O Som de Cris Crochemore é um grande híbrido do Blues e do Rock, com influências de Johny Winters e épocas remotas de Eric Clapton, com bends agressivos e rápidos, sempre com a banda presente com um grose sólido e preciso.

4 POR CABEÇA – FESTIVAL DE COMPOSITORES

4 por cabeça

                                                                                                                                   divulgação

22 de Setembro
Quinta-feira
21:00h
Valor: R$ 30,00 inteira R$ 15,00 meia e lista amiga
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Seis compositores, na bagagem diferentes estilos, sonoridades e galeras, quatro músicas para cada, sem banda, acompanhados apenas de seus instrumentos. Nesta segunda edição:

Bel Baroni (Ex-mohandas, xanaxou), Zé Ibarra (Dônica), Raquel Dimantas (Nitú), Marcelo Callado (Cê, meu trabalho hans solo), Mariana Badan (Trabalho solo), Rudah Guedes (Os dentes)

TEATRO

TRAN-SE

TRAN_SE por Paula Kossatz (1)

Foto PAULA KOSSATZ

03 a 05 de setembro
sábados e segundas às 21h e domingos às 20h
Valor: R$ 20,00 inteira, R$ 10,00 meia, R$ 15,00 lista amiga
Classificação: 16 anos
Capacidade: 98 lugares

TRAN_SE um espetáculo de teatro. Um manifesto pela liberdade.
Um atestado de desespero.
Um monólogo de todos nós, e de quem mais quiser.
Um salto mortal para fora de todos os armários.
Um vômito. Um show de música. Um desfile de moda.
Uma homenagem a Caio Fernando Abreu. A Alan Turing. A Jo Clifford.
Dedicamos TRAN_SE às nossas famílias todas do Brasil.
E ao amor, que a tudo TRANS_passa, TRANS_borda.

Dramaturgia, Direção e Direção de Arte – Daniela Amorim e Joelson Gusson, Performance – Joelson Gusson, Figurino – Paula Ströher, Iluminação – Paulo Cesar Medeiros, Direção de Movimento – Toni Rodrigues, Visagismo – Rafael Fernandez (Salão Azul), Trilha Sonora – Biltre, Preparação Vocal – Jorge Maia, Design Gráfico – Evee Ávila (Balão de Ensaio) , Assessoria de Imprensa: Christovam de Chevalier , Fotografias – Paula Kossatz,, Produção Executiva – Igor Veloso, Administração de temporada – Murilo Matias, Direção de Produção – Aline Carrocino (Alce Produções), Realização – Projeto_ENTRE, Dragão Voador Teatro Contemporâneo e ARSX Produções.

SILÊNCIO

Silêncio (2)

Foto CECILIA VAZ

03 a 05 de setembro
sábados, domingos e segundas às 19h
Valor: R$ 30,00 inteira R$ 15,00 meia R$ 10,00 lista amiga
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Galeria Marcantonio Vilaça 2
Classificação: 16 anos
Capacidade: 20 lugares

Silêncio trata das estruturas invisíveis de poder que dominam o homem.
O ambiente da cena é uma UTI. A Enfermeira, mensageira do poder invisível representada pela imagem da atriz hollywoodiana Nicole Kidman num quadro que pende no alto da cena, é a única personagem a transitar livremente. Ela encaminha a plateia à UTI onde o Homem de 50, o Jovem Hedonista e a Grávida Mendiga ficarão presos. Não há saída a não ser pela cadeira de rodas da Enfermeira.

Autora: Tracy Segal, Direção: Tracy Segal, Elenco: Ana Chagas, Hugo Grativol, Samia Oliveira e Wilson Belém, Trilha sonora: Mauricio Costa, Luz: Tabatta Martins, Cenário e figurinos: Tracy Segal, Vídeos: César Dufolk, Arte: Artur Voltolini, Produção: Tracy Segal, Ana Chagas e Samia Oliveira.

DANÇA

DANÇA MACABRA

LAURA SAMY © Renato Mangolin 103 (2).jpg

Foto RENATO MANGOLIN

24 a 26 de setembro
sábado, domingo e segunda às 20h
Valor: R$ 20,00 inteira R$ 10,00 meia R$ 10,00 lista amiga R$ 5,00 alunos da UNIRIO/UFRJ
Classificação: 18 anos
Capacidade: 98 lugares

Dança macabra é uma performance solo criada por Laura Samy a partir de reflexões acerca do macabro, da morte e da sobrevivência. O trabalho é resultado do projeto de pesquisa: “Eu fiz a dança de Macabré”: Estudo e composição cênica tomando como eixo temático central imagens da dança macabra, contemplado pelo programa de bolsas de iniciação artística do PROEXC/Unirio 2014. O trabalho se desenvolve buscando pistas do imaginário macabro como a dança macabra do período medieval, a morte do cisne em O Lago dos Cisnes, a voz do cineasta Pier Paolo Pasolini, um poema de Henri Michaux, um fantoche de uma loja de brinquedos assustadores…

Concepção, criação e performance: Laura Samy, Colaboração artística no processo de pesquisa e criação: Marina Vianna e Inês Cardoso, Colaboração dramatúrgica: Renato Linhares, Colaboração cenográfica: Antonio Pedro Coutinho, Iluminação: Tábatta Martins, Trilha sonora e figurino: Laura Samy, Fotografia: Renato Mangolin, Produção e assistência de produção: Lia Sarno e Gunnar Borges, Acessoria de comunicação: Marcelo Mucida, Programação visual: Roberto Unterladstaetter, Apoio: Escola de cinema Darcy Ribeiro e PROEXC/Unirio.

EXPOSIÇÃO

A GODZILLA

a godzilla 2.jpgIndividual de Thadeu dos Anjos

De 27.08 a 30.09
Quarta a Segunda das 14 às 22h
gratuito
Galeria Marcantonio Vilaça 1

Duvide-se
As expressões do pluri.artista Thadeu dos Anjos, hoje exibidas através da exposição A Godzilla, falam sobre afirmações e possibilidades criadas a partir de um mundo onde a maior certeza, por vezes, é a própria dúvida. Dúvida que cria a diversidade, a inquietude, as multiplatarformas e, acima de tudo, a certificação de que existir é o estar eternamente em estado de confusão, ação e criação.

MULTILINGUAGEM

CEP 20.000

13094354_1741203136104664_2586257845220828311_n

29 de setembro
Quinta-feira
Horário: 20h
Valor: R$ 5,00 (preço único)

Cep 20.000, desde 1990, o mais tradicional sarau do Rio de Janeiro traz o melhor nas novas gerações de poetas, músicos, performers da cidade.
Direção e apresentação: Ricardo Chacal.

Programação_Agosto

TEATRO

BONECAS QUEBRADAS

Bonecas Quebradas
De 12 a 22 de agosto
Quinta a sábado as 21h e domingo e segunda as 20h
Valor: 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)
Classificação: 16 anos
Capacidade: 40 lugares

Bonecas Quebradas trata dos assassinatos sistemáticos de mulheres em Ciudad Juarez, México, na divisa com El Paso, no Texas. Contemplado no edital Rumos Itaú 2014-2015, inicialmente, o projeto buscava auscultar a imagem da Boneca Quebrada, maltratada, despida, riscada, despedaçada, como nos devaneios mais infantis, para investigar os motivos de seu despedaçamento.
Essa imagem instigou as atrizes idealizadoras do projeto a participar da dor de algo desconhecido e assustador, que acabou levando toda a equipe de criação ao México para descoberta dos casos de violência extrema contra mulheres na fronteira com o maior consumidor de drogas do mundo: os EUA.

Encenação: Verônica Fabrini
Dramaturgia de processo: Isa Kopelman, Lígia Tourinho, Luciana Mitkiewicz e Verônica Fabrini
Dramaturgo convidado: João das neves
Elenco: Ilea Ferraz, Lígia Tourinho e Luciana Mitkiewicz
Direção musical: Silas Oliveira
Iluminação: Bruno Garcia
Criação de vídeos: Júlio Matos e Coraci Ruiz (Laboratório Cisco)
Cenário e figurinos: Rodrigo Cohen
Preparação vocal: Favio Lauria
Direção técnica: Tabatta Martins
Direção de produção: Cau Fonseca
Idealização de projeto: Lígia Tourinho E Luciana Mitkiewicz
Realização: Bonecas Quebradas Teatro E Mítica!

TRAN_SE

De 27 a 29 de agosto
Sábado e segunda as 21h, domingo as 20h
Valor: R$ 20,00 inteira R$ 10,00 meia R$ 15,00 lista amiga R$ 10,00 passaporte cultural
Classificação: 16 anos
Capacidade: 98 lugares

Tran¬_se é um misto de monólogo, peça instalação, desfile de moda e show travestido. É uma comemoração das liberdades de gênero e de todos os modos de constituição familiar. Ato de auto¬exposição e de auto¬flagelação catártica. Performado por Joelson Gusson e pela diva¬punk¬roqueira, mundialmente conhecida como Esmeralda de los Niños, drag queen furtiva que vive em Copa na companhia de sua pantera adestrada Fára Fáuceti.

Dramaturgia, Direção e Direção de Arte – Daniela Amorim e Joelson Gusson
Performance – Joelson Gusson
Figurinos – Paula Stroher
Iluminação – Paulo Cezar Medeiros
Visagismo – Rafael Fernandez
Preparação vocal – Jorge Maia
Trilha Sonora – Biltre
Preparação corporal – Antonio Rodrigues
Programação visual – Balão de Ensaio
Fotografias – Paula Kossatz
Divulgação – Cristóvão Chevalier
Produção executiva – Igor Veloso
Direção de produção – Aline Carrocino

DANÇA

SUAVE

Suave (© Peter Ho_nnemann) (4)
De 06 a 08 de agosto
sábado e segunda as 21h e domingo as 20h
Valor: 10,00 (inteira) R$ 5,00 (meia)
Classificação: 12 anos
Capacidade: 98 lugares

Temporada popular do espetáculo de dança SUAVE, da coreógrafa Alice Ripoll. Inspirado no instigante movimento do passinho e apresentado numa ótica contemporânea, o espetáculo é formado 10 dançarinos(as) da zona norte carioca. Sucesso de crítica e público, com 2 turnês pela Europa no currículo (2015 e 2016) e coproduzido pelo Festival Panorama, o espetáculo volta a entrar em cartaz com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura, no âmbito da programação cultural do Jogos Olímpicos Rio 2016, no Teatro Angel Vianna (Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro) e no Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto.

Direção: Alice Ripoll :: Interpretação: Gabriel Tiobil, Gbzinho Dançarino Brabo, Kinho JP, Nyandra Fernandes, Pablo Poison, Rodrigo Ninja, Romulo Galvão, Sanderson Dançarino Brabo, Thamires Candida, VN Dançarino Brabo :: Assistência de Direção: Alan Ferreira :: Iluminação: Andrea Capella :: Direção Musical de Funk: Dj Vinimax :: Programação Visual: Daniel Kucera :: Figurino: Paula Stroher :: Assistente de Figurino: Macela Domingos :: Costureira: Marenice Alcantara :: Assistente de Produção: Julia Pimenta :: Produção Executiva: Rafael Fernandes :: Apoio: Em Branco Acervo Contemporâneo, Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro :: Produção: Entrando na Dança 2014 :: Coprodução: Festival Panorama 2014/Cariocas na Cidade das Artes :: Realização: Trio Carioca Produções

PERFORMANCE

SOLOS DE MEMÓRIA

Solos de Memoria-FotoVitorJorge
Temporada: de 03 a 22 de Agosto
Horário: Quarta à Segunda as 18h
Valor: Entrada franca
Classificação: 12 anos
Capacidade: 35 pessoas

Solos de Memória tem sua estrutura criada a partir da ideia de que cada ator também é autor de sua própria fala, produzindo um solo a partir de um depoimento íntimo, que propõe uma investigação sobre o limite entre o público e o privado. São quatro minimonólogos com relatos da memória dos artistas e da artista plástica Anna Bella Geiger.

Direção e idealização: Morena Cattoni
Textos e atuação Daniel Chagas, Gisela de Castro, Marcéli Torquato, Natasha Corbelino
Colaboração artística: Marcio Freitas
Figurinos: Luiza Marcier

MÚSICA

ANDRÉ GRABOIS, LUCAS FIXEL E LEANDRO CUNHA

Rebentação
LANÇAMENTO DO DISCO “REBENTAÇÃO”
03 de Agosto
Quarta-feira às 21:00h
Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia e lista amiga)
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

A parceria de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro rendeu à Música Brasileira inúmeras pérolas, imortalizadas nas vozes de intérpretes como Maria Bethânia, Nana Caymmi e Renato Braz, além do próprio Dori. Há 47 anos a dupla compõe belas e sofisticadas canções que celebram o Brasil profundo resistente na literatura de um Jorge Amado ou de um Guimarães Rosa, na rotina das vilas de interior e litoral, e também o Brasil mais cosmopolita das crônicas de amor e dor.

Voz: André Grabois
Bateria e Arranjos: Lucas Fixel
Violão e Guitarra: Leandro Cunha
Contrabaixo acústico: Bruno Repsold
Piano elétrico: Gilmar Moraes

BRUNO BATISTA

Bruno Batista
LANÇAMENTO DO DISCO “BAGAÇA”
04 de Agosto
Quinta-feira às 21:00h
Valor: Entrada Franca
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

“Bagaço” é o novo e terceiro trabalho do maranhense Bruno Batista e reafirma a canção como matriz de sua música, que vem renovada, leve, com melodias precisas e letras bem elaboradas. Os elementos habituais continuam em evidência, mas agora também se revelam influências da música do Caribe.

Teclado e Violão: Ricardo Prado
Baixo: Meno del Pichai
Guitarra: Rovilion Pascoal
Bateria e Percussão : Gustavo Souza

PRIMAVERA DAS MULHERES

Primavera_das_Mulheres_DIVULGAÇÃO
Feminismo de volta à cena
05 de Agosto
Sexta-feira às 21:00h
Valor: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia e lista amiga)
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

O espetáculo “Primavera das Mulheres: um show- manifesto” chama a atenção para a defesa dos direitos já alcançados pelas mulheres e invoca à mobilização na luta por mais direitos através de músicas, textos, dança, imagens e de palavras de ordem já entoadas nas manifestações.

Voz: Cristina Bhering, Elisa Addor, Glauce Pimenta Rosa, Ilessi, Laura Castro e Luciana Jablonski
Piano e violão: Cristina Behring
Cavaquinho e Percussão: Diana Nascimento
Violão e Cavaquinho: Manoela Marinho
Baixo: Luciana Requião
Percussão: Marina Chuva
Sopros: Maria Souto
Coro: Gabriela Bhering, Maria Rita Taunay e Tatiana Maffra
Atrizes/Ator: Barbara Aires, Karine Telles, Glauce Pimenta Rosa, Silvia Patricia e Oliver Costa.
Dança: Aline Valentim, Camile Salles, Glauce Pimenta Rosa e Silvia Patricia
Direção e Roteiro: Laura Castro
Direção Musical: Cristina Bhering e Diana Nascimento

LILA

Lila por Filipe Rapo
17 de agosto
Quarta-feira às 21h
Valor: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia e lista amiga)
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Com seu primeiro trabalho solo “Lila” lançado em 2015, a cantora já foi uma das três indicadas pelo júri de especialistas do Prêmio Multishow como “Artista Revelação” e também foi escolhida como uma das apostas do Spotify para o ano de 2016. Sua musica “Aparição” foi a mais compartilhada da plataforma de streaming, superando artistas como Justin Bibier e M.I.A.

Voz: Lila
Teclado e Baixo Synth: Ricardo Rito
Bateria e Mpc: Pedro Richaid
Guitarra E Violão: Pedro Silveira

EXPOSIÇÕES

GAVETA DE MEMÓRIAS

vitor_jorge-9
Até 22 de Agosto
Quarta a Segunda das 14 às 22h
Valor: gratuito
Galeria Marcantonio Vilaça 1

O projeto produz uma obra inédita de Anna Bella Geiger e documenta o seu processo de criação e produção em vídeo. O resultado é uma vídeo-instalação compondo a obra e o vídeo. A obra é uma gaveta que preenchida com cera e outros materiais. No vídeo, Anna Bella fala de sua criação, de sua vida e de seu trabalho. Entre 03 e 22 de AGOSTO a obra é palco de intervenções performáticas de 5 atores que tratam de temas afins como gavetas, memórias e fronteiras.

Exposição:
Curadoria: Anna Bella Geiger
Idealização e direção geral: Julio Augusto Zucca
Coordenação do projeto: Jéssica Araujo
Projeto expográfico: Renata Valle

Video Documental:
Diretor de fotografia: Bruno Fochi
Técnico de som direto: Felipe Brenha
Edição e finalização: Foca Filmes
Trilha sonora: Alfredo Sertã

CIDADE CORRERIA

Cidade Correria.BetinhoCasasNovas

 

Cidade Correria não é uma história, é uma invasão, um transbordamento das urgências cotidianas, contradições, alegrias, delírios, feridas e potências. Uma cidade inventada, em deriva, que poderia ser a nossa cidade, ou qualquer cidade. O público é levado a conhecer a cidade caos, cidade contradição, cidade maravilhosa, cidade impedida, cidade carnaval, cidade invenção, cidade revolução. A dramaturgia é fruto de trabalho coletivo, inspirada em imagens, filmes, situações cotidianas, histórias de vida e contos literários de Mia Couto, João do Rio, entre outros. Este trabalho resultou em performances e instalações realizadas na favela da Vila Cruzeiro.

Com: Daniela Joyce, Hugo Bernardo, Igor da Silva, Jardila Baptista, Karla Suarez, Livia Laso, Marcelo Magano, Patrick Sonata, Thiago Rosa, Vanessa Rocha.
Dramaturgia: Criação Coletiva
Direção: Adriana Schneider e Lucas Oradovschi
Metodologia de dramaturgia: Adriana Schneider
Direção de movimento: Cátia Costa e Mariana Mordente
Direção musical e trilha original: Ricardo Cotrim
Funk “Xô sai pra lá”: Marcelo Magano e Ricardo Cotrim
Direção de arte: Fabiana Mimura
Iluminação: Nina Balbi
Treinamento de máscaras balinesas: Lucas Oradovschi
Preparação vocal: Verônica Machado
Assistência de arte: Filipe Duarte
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Lívia Laso e Thiago Rosa
Comunicação: Karla Suarez e Marcelo Magano
Assessoria de imprensa: Gabriel Murga
Artes: Washigton Santana
Cobertura Fotográfica: Maira Barillo, Davi Andres
Formação de plateia: Thamyra Thâmara
Textos da pesquisa: O bebê de tarlatana rosa, de João do Rio; A última chuva do prisioneiro, de Mia Couto; O duelo entre a criança que diz sim e a cidade que diz não, de Thiago Rosa; Banzeiro, de Ricardo Cotrim; Cidade Correria 1, de Thiago Florencio; Cidade Correria 2, de Daniel Guimarães.

Temporada: 7 a 30 de maio
Horário: Sábados e segundas às 21h e domingos às 20h
Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: 12 anos
Capacidade: 98 lugares

SE EU FOSSE IRACEMA

15. Se eu fosse Iracema_Sesc Tijuca_Foto IMATRA (1).jpg

Se eu fosse Iracema propõe um olhar sobre o universo indígena brasileiro, transitando entre a tradição e a sua situação atual. O espetáculo usa referências que vão de mitos e rituais de várias etnias originárias do país a aspectos como a demarcação de terras e outros direitos fundamentais, muitas vezes negligenciados. O monólogo, com atuação de Adassa Martins, dramaturgia de Fernando Marques e direção de Fernando Nicolau, questiona-se: qual a real possibilidade de convivência entre as diferenças?

Intérprete: Adassa Martins
Dramaturgia: Fernando Marques
Direção: Fernando Nicolau
Iluminação e cenografia: Licurgo Caseira
Figurino e caracterização: Luiza Fardin
Trilha sonora original e desenho de som: João Schmid
Preparação vocal: Ilessi
Direção de arte da comunicação visual e projeto gráfico: Fernando Nicolau
Escultura do busto: Bruno Dante
Fotografia: IMATRA
Caracterização das fotos: Luiza Fardin
Assistente de direção: LuCa Ayres
Assistente de figurino: Higor Campagnaro
Cenotécnico: André Salles
Aderecista: Derô Lopes
Mídia social: Teo Pasquini
Assessoria de Imprensa: Bianca Senna e Paula Catunda
Produção executiva: Clarissa Menezes
Realização e produção: 1COMUM
Idealização: Fernando Nicolau e Fernando Marques
Temporada: 14 de maio a 06 de junho
Horários: sextas, sábados e segundas às 20:00h, domingos às 19:00h
Valor: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia e lista amiga)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Galeria Marcantonio Vilaça 2
Classificação: 16 anos
Capacidade: 20 lugares

 

Exposição Artes Visuais

NA CORRERIA

Uma reflexão sobre o espaço da cidade como ambiente de discursos, trocas e fluxos contínuos com suas disputas e seus meios de circulação, colocando em pauta o direito a cidade e ao uso de seus espaços. O público será levado através de imagens, sons e sensações a passear pela correria cotidiana vivida em diversos pontos da cidade, sobretudo nas favelas cariocas, através da reflexão sobre temas como arte urbana, espaços de sociabilidade e extermínio da juventude negra.

Concepção: Criação Coletiva
Curadoria: Jardila Baptista, Hugo Bernardo e Vanessa Rocha
Metodologia de criação: Thiago Florencio
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Lívia Laso e Thiago Rosa

Abertura: 7 de maio, às 19h
De 7 de maio a 6 de junho
Visitação de Quarta a Segunda, das 14h às 22h.
Entrada gratuita
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Galeria Marcantonio Vilaça 1
Classificação: Livre

 

GRAFITE NO MURO – COLETIVO DE RUA – CRUA

A grafitagem do muro do Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto será realizada pelo CRUA – Coletivo Criativo de Rua, a convite do Coletivo Bonobando, em coordenação temática com as atividades da Ocupação Bonobando no Sérgio Porto.

Pintura: Cruz e Rack
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Lívia Laso e Thiago Rosa

Abertura: 7 de maio, às 19h
Permanência: de 7 de maio a 12 de junho
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – muro externo da Rua Humaitá
Visitação livre

 

Música

BALTAZAR – LANÇAMENTO DO EP “PRESSA”

Expoente da novíssima e independente cena musical carioca, Baltazar é uma banda de rock com talento para canções. Amigos desde o tempo de escola, os integrantes caminham juntos para a maturidade musical a partir deste primeiro EP, “Pressa”, gravado em dezembro de 2015 no estúdio Maravilha 8, com produção musical de Daniel Carvalho e Berna Ceppas. A música-título “Pressa” tem participação de José Ibarra e Lucas Nunes, da banda Dônica, e Leo Israel empresta seu teclado pop à faixa “Por Quê?”. No sambalanço “São Salvador”, um trio de metais dá a pegada de gafieira malandro-carioca. “Desafinar” e “Eu Não Volto Mais Pra Casa” completam o EP com temática e sonoridade próprias das composições Baltazarianas.

Pedro Mibielli: Voz e Guitarra
Jota Costa: Baixo e Composições
Pedro Tentilhão: Bateria

11 de maio
Horário: 21h
Valor: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia e lista amiga)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

VERTIN MOURA

Vertin

Festival de Inverno de Garanhuns 2013. Vertin Moura, de Arcoverde, encerrou a noite de segunda-feira no Palco Pop, que ainda teve participação especial de Lirinha. Foto: Marcelo Soares/Secult/Fundarpe. 22/07/2013.

O artista de Arcoverde – PE apresenta uma sonoridade que interage com suas influências diretas da Música Popular Brasileira e do rock psicodélico. Sua música incorpora ao seu show gestos, cores e sons, transformando o palco de “Para a voz” num ambiente de sinestesias. Considerado pela imprensa de Pernambuco como “destaque/revelação” do Festival de Inverno de Garanhuns 2013, “o novo nome” da música de Pernambuco 2014 fez parcerias com os músicos Lirinha, Almério, Juliano Holanda, entre outros, fazendo culminar no lançamento do single De alma, corpo, mente e coração (2014) com participação de Marcelo Jeneci nos vocais. Em 2015, foi a vez de VERTIN ter sua estreia no cinema compondo o elenco do filme Big Jato, novo filme premiado no Festival de Brasília, do diretor Cláudio Assis.

Voz e guitarra: Vertin
Baixo: Ricardo Cotrim
Bateria: Marcílio Pereira
Produção: Coletivo Bonobando

12 de maio
Horário: 20:30h
Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

QINHO + MOHANDAS

Qinho-Impar: Press Image

Mohandas_Por_VIctor_Curi

Dois dos nomes mais identificados com a cidade do Rio vão ocupar um dos teatros com maior histórico e vocação para a produção da música contemporânea carioca. O grupo carioca apresentará as canções do seu mais novo disco, “Um segundo”, o segundo na trajetória da banda, e o segundo a ter financiamento coletivo. Sob produção de Lucas Vasconcellos, o álbum traz dez composições do quinteto num encontro constante de ruídos de synths e congas, pandeiro e MPCs, alfaia e guitarras, rabeca e kaospad. Já o também carioca Qinho apresenta “Mono”, um compacto em vinil lo-fi que traz remixes de duas das músicas de maior destaque do álbum mais recente do artista, Ímpar – que complementa o repertório.

Diogo Jobim – microkorg e korg R3
Dudu Lacerda – voz, surdo e MPC 1000
Micael Amarante – voz e guitarra
Nana Orlandi – voz e ganzá
Pedro Rondon – baixo
Qinho – Voz, Guitarra e Programações
Guilherme Marques – Teclado e Programações

19 de maio
Horário: 20h
Valor: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia / lista amiga)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

NOITE INSTRUMENTAL – RELOGIO DE DALÍ

RELOGIO DE DALÍ_Por_Andreia Mota

Criativo quarteto instrumental que respira a contemporaneidade, o Relógio de Dalí propõe ao público uma experiência musical contagiante. Nascido do encontro de quatro jovens instrumentistas, compositores e arranjadores requisitados nos mais diversos meios musicais – do Jazz à MPB, do Choro ao Rock -, o grupo carrega uma bagagem musical forte e variada, que ultrapassa barreiras, como a entre a música popular e a erudita. Em novembro de 2015, o quarteto se apresentou na Sala Funarte Sidney Miller com participação de Hermeto Pascoal, um dos ícones mundiais das música instrumental brasileira. O grupo lançará, no primeiro semestre de 2016, o EP “Relógio de Dalí”, com quatro faixas, uma composição de cada integrante.

Yuri Villar – sax
Victor Ribeiro – violão de 7 cordas
Lourenço Vasconcellos – bateria
Pablo Arruda – contrabaixo acústico e elétrico
25 de maio
Horário: 21:00h
Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia e lista amiga)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

ANDREIA MOTA – FESTA DOS ANCESTRAIS

Andreia Mota_Por_Linn Jardim

Com um repertório de músicas pulsantes, brasileiras, afro-brasileiras e latino-americanas, Andreia conecta referências atuais com nossas raízes ancestrais, celebrando o passado no movimento do corpo e do espírito, e falando de mitos, ritos, sagrado e profano. Com composições próprias e de seus contemporâneos Luiz Nascimento, Alberto Americano, e releituras de Gilberto Gil, Lenine, Baden Powell, Os Tincoãns, Jorge Benjor, entre outros, o show traz ainda as participações especiais de Arthus Fochi, Babu Santana e Tamara Trindade.

Voz: Andreia Mota
Sintetizador: Guilherme Marques
Bateria: Lourenço Vasconcellos
Baixo: Pavlo Arruda
Violão: Victor Ribeiro

18 de maio
Horário: 21:00h
Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia e lista amiga)
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

 

Multilinguagem

CEP 20.000

Cep 20.000, desde 1990, o mais tradicional sarau do Rio de Janeiro traz o melhor nas novas gerações de poetas, músicos, performers da cidade.
Direção e apresentação: Ricardo Chacal.

26 de maio
Horário: 20h
Valor: R$5,00
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

 

SARAU PALCO DE GALA

– EDIÇÃO: A INVASÃO

Noite de números circenses, palhaços, teatro, performance, música e outras modalidades com coletivos e artistas convidados. Evento criado pela dupla de comediantes Marcelo Magano e Patrick Sonata, ambos moradores da Cidade de Deus e integrantes do Coletivo Bonobando desde seu primeiro ano. O show é um cabaré-baile que utiliza os elementos de festa popular na favela: aniversário de criança, feijoada na laje, samba de quintal e baile de rua com churrasco. Com todo o ritual que cabe a essas festas – mesinhas para os convidados, samba tocando etc -, porém, com o requinte e a fineza de uma festa de gala, numa brincadeira satírica com a pompa das festas de salão da elite. Um DJ faz a condução musical, tocando samba de raiz, pagodes clássicos, atuais e funks ao comando dos mestres de cerimônia (MC’s).

Concepção: Marcelo Magano e Patrick Sonata
Convidados: Briam Amorim, Jorge Lyra, Vidiga Improvisa, Mc Celinho e Thiago Rosa
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Lívia Laso e Thiago Rosa

13 de maio
Horário: 20:00h
Entrada gratuita
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

Oficina

INTERCÂMBIO “TROCAS COLETIVAS”

Durante 3 dias serão realizadas oficinas de intercâmbio de práticas teatrais entre coletivos e grupos formados por jovens da região metropolitana do Rio de Janeiro.

Concepção: Criação Coletiva Bonobando
Curadoria: Karla Suarez, Lívia Laso e Thiago Rosa
Coletivos convidados: Gaupoz, Prática de Montação, Folia de Reis do Santa Marta, Coletivo Errante, Circo no Ato, Grupo Manguinhos em Cena e Cia. Um Monte de Gente
Oficineiras convidadas: Cátia Costa e Yá Wanda Araújo
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Lívia Laso e Thiago Rosa

18, 19 e 20 de maio
Horários: 15h às 19h
Entrada gratuita
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Galeria Marcantonio Vilaça 2
Participantes convidados
Classificação: Livre
Capacidade: 20 lugares

 

Mesa redonda

MESA DE CONVERSA “TROCAS COLETIVAS”

O encerramento do intercâmbio “Trocas Coletivas”, do Coletivo Bonobando, será uma roda de conversa aberta sobre modos de produção, criação e gestão coletivas recebendo importantes nomes da cena cultural da cidade.

Curadoria: Adriana Schneider, Karla Suarez, Lívia Laso e Thiago Rosa
Convidados: Carmem Gadelha, Eleonora Fabião, João Carlos Artigos, Julio Adrião, Marcelo Calero, Marcus Galiña e Verissimo Junior
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Lívia Laso e Thiago Rosa

20 de maio
Horário: 19h às 22h
Entrada gratuita
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 130 lugares

 

MESA DE CONVERSA “COMICIDADE NA CIDADE”

Contando com a participação de João Carlos Artigos, ator e fundador do Teatro de Anônimo, a roda de conversa “Comicidade na Cidade” receberá Leonardo Lanna (Sensacionalista) e Georgiana Góes (atriz do programa Tá no Ar). Uma roda de discussão com profissionais do riso de gerações, plataformas e formações diferentes. O evento vai discutir quais os caminhos cada comediante fez em diferentes plataformas, seja na rua, televisão, teatro e internet. Estarão presentes na mesa diversas personalidades do riso, como Sérgio Machado, mediados pelos atores Patrick Sonata e Marcelo Magano.

Concepção: Criação Coletiva Bonobando
Curadoria: Adriana Schneider, Lucas Oradovschi, Marcelo Magano e Patrick Sonata
Convidados: Leonardo Lanna, Georgiana Góes e Sérgio Machado
Direção de produção: Karla Suarez
Produção executiva: Marcelo de Brito
Assistência de produção: Lívia Laso e Thiago Rosa

27 de maio
Horário: 20h
Entrada gratuita
Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Teatro
Classificação: Livre
Capacidade: 98 lugares